Use bem o seu cartão de crédito

cartao-de-credito-curriculum-treinamentos-onlineO cartão de crédito é uma ferramenta de grande valia na administração das finanças pessoais, mas também pode se tornar um grande vilão. Na verdade, na maioria das vezes ele faz esse papel porque as pessoas o utilizam muito mal e normalmente caem em suas armadilhas.

A primeira armadilha que o cartão de crédito reserva é por incrível que pareça para pegar as pessoas que conseguem ter controle sobre suas despesas. Muitas dessas pessoas possuem cartões de crédito e o guardam dizendo que é para utilizar apenas em uma emergência. Está cometendo um erro. Deixar um cartão de crédito guardado na gaveta é jogar dinheiro fora. Lembre-se que todos os anos nós pagamos uma anuidade para a manutenção do cartão, e que esta gira em torno do mínimo de R$ 100,00, portanto, temos que utilizá-lo. E mais: se você tem crédito, numa emergência o cartão não é a melhor opção, já que existem outras linhas de financiamento com taxas bem mais interessantes.

O cartão pode se transformar em uma ótima maneira de controlar suas finanças se você concentrar o máximo de seus pagamentos nele. Hoje em dia já é possível pagar despesas de água, luz, telefone, condomínio, e mais uma infinidade de outras contas que se transformariam em uma única: a sua fatura do cartão. Essa atitude traz benefícios como o ganho de tempo e a praticidade de realizar um único pagamento. Podemos apontar também o fato de não deixar esquecido nenhum pagamento, além do fato que se o seu cartão tiver uma boa freqüência de uso no decorrer do ano você deve brigar por um desconto ou até mesmo a isenção da taxa de anuidade, o que significa um dinheirinho a mais no seu bolso.

Outra armadilha (com certeza a mais perversa) que os cartões de crédito trazem para quem o mal utiliza é o pagamento mínimo. Tudo que a operadora de cartões quer é que você não pague o total da fatura. Eles se alimentam da taxa que cobram das empresas (entre 5% e 8%) por operação, e principalmente dos juros que cobram sobre do saldo devedor das faturas não liquidadas. Só para se ter uma idéia, uma compra de R$ 1.000,00 feita em um cartão que cobre uma taxa de 10% de encargos mensais, e que o dono do cartão passe a pagar apenas o mínimo de 10% da fatura sem realizar novas compras, ao final de 30 (trinta) anos, terá o devedor pago um montante de R$ 9.731,67, e ainda estará devendo R$ 27,10.

Pense muito ao utilizar o seu cartão de crédito, não adquira coisas que não compraria se ele não estivesse em sua carteira, siga o seu orçamento mensal fielmente e não contraia dívidas que o farão sacrificar suas economias e o seu plano de riqueza.

É hora de entrar em AÇÃO.

Rocpaurio Santos

Rocpáurio Santos é Diretor Acadêmico da Curriculum Treinamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.